Sua empresa tem um plano de contas?

 

Estar à frente de um negócio demanda que saibamos lidar com inúmeras operações financeiras. É claro que nem sempre o domínio pleno dessas atividades é possível, seja do ponto de vista técnico ou em razão do tempo disponível - com relação às despesas, porém, costuma haver certa previsibilidade. Então perguntamos: a sua empresa tem um plano de contas?

 

Esta é uma das muitas ferramentas disponíveis para organizar as finanças de um empreendimento. Neste caso específico, acompanhamos o fluxo de gastos que vão para itens como, tributos, aluguel, folha de pagamento, energia, etc. Dificilmente um sistema de contabilidade perdura sem este cuidado. Afinal, é preciso saber para onde vai o seu dinheiro.

 

 

Sua empresa tem um plano de contas? Entenda primeiro o que ele é

 

 

Mas o que é de fato este plano? Resumidamente é uma lista de despesas que a empresa registrou como parte das suas operações de contabilidade geral. Assim as tarefas deste setor possuirão um guia das contas que serão utilizadas e um norte para os seus trabalhos.

 

Da mesma forma ele exerce um papel de categorização, discriminando as despesas, receitas, ativos e passivos. O que temos então é uma série de dados que permite diagnosticar a saúde financeira da empresa. A recomendação é que a sua montagem seja personalizada a fim de que nenhuma informação relevante falte.

 

 

Um problema comum: quando o plano de contas só é útil ao contador

 

 

Como possui dados estratégicos sobre as contas da empresa, o plano deve provar-se útil para os gestores. Acontece, no entanto, que muito frequentemente ele só tem serventia para o contador e devido a isto diversas oportunidades para resolução de problemas são perdidas.

 

O ideal é que tudo seja feito de modo objetivo e adaptado à necessidade específica da empresa. Para atingir este resultado, gestores e contadores devem trabalhar juntos para elaborar um plano único. A troca básica será esta: o empreendimento usará as contas essenciais para o contador. Este, por sua vez, dará atenção às despesas de maior relevância para o negócio.

 

 

Informação é tudo

 

 

Quando a sua empresa tem um plano de contas bem estruturado a gestão sai ganhando. A consistência do demonstrativo de resultados será uma fonte de insights muito valiosos para os gestores. São possíveis desde análises, até projeções e planos para o futuro dos negócios.

 

 

Como estruturar um bom plano?

 

 

Para estruturar de modo adequado o seu plano há seis categorias que podemos utilizar. São elas ativo, passivo, resultados, custo, despesas e receitas. Não obstante, mais eficaz do que seguir indiscriminadamente esta estrutura, é considerar os contextos únicos do seu negócio. E isso porque o detalhamento deve refletir o funcionamento da empresa.

 

Consequentemente, as contas a serem definidas e registradas precisam fazer sentido para o seu tipo de empreendimento. Além disso, evite a todo custo o erro de criar categorizações genéricas como “diversos”. Isto favorece a desorganização das informações, prejudicando futuras análises.

 

 

Aproveite para conhecer as nossas soluções para o mercado têxtil

 

Vimos que se a sua empresa tem um plano de contas bem estruturado, ganha em termos estratégicos e de controle. Se você está buscando por ferramentas que auxiliem nos processos contábeis do seu negócio, nós podemos ajudar. Desenvolvemos soluções voltadas para a indústria têxtil e que abrangem todos os processos de venda, comercialização e confecção de roupas.

 

Clique aqui e conheça nossos softwares e serviços!